Agricultura

Rotação de culturas agrícolas: porque são tão importantes?

A rotação de culturas agrícolas é uma prática essencial na agricultura biológica. Pelo contrário,o cultivo de uma única cultura (monocultura) explora do solo apenas os nutrientes essenciais à mesma. Como desvantagens óbvias, verifica-se o desequilíbrio das suas reservas nutricionais ao longo do tempo, o que se traduz em alimentos mais pobres a nível nutricional.

Além de melhorar as características edáficas do solo, a rotação de culturas promove uma produção mais variada que como consequência terá um valor nutritivo mais elevado. Além disso, protege o solo agrícola contra a acção de diferentes fatores climáticos. Verifica-se que apresenta vantagens no controlo de pragas, doenças e infestantes. A evidente diferença de estrutura das raízes de cada espécie torna o solo mais poroso e arejado. Dessa forma, facilita a absorção de água e nutrientes bem como a sua infiltração até as camadas mais profundas. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Mais